Saiba O Que é a Doença do Beijo: A doença do carnaval

É muito normal querer curtir o carnaval, dançar nos blocos de rua, farrear etc., mas não podemos deixar de prestar atenção em questões muito importantes como a saúde bucal. Existe aqueles famosos romances-relâmpagos de carnaval e beijos calorosos, já que não é proibido se divertir, mas as pessoas ficam mais expostas a mononucleose (uma doença causada pelo vírus Epstein-Baar, do mesmo grupo do herpes. Sendo contaminada pela saliva), conhecida como a “doença do beijo”.

A mononucleose pode ser considerada um herpes bucal, até porque vem do mesmo grupo. No começo, essa doença pode ser facilmente confundida com a gripe ou um resfriado, causando dor de garganta, febre e gânglios inchados. É uma doença benigna, mas para pessoas que têm leucemia, linfoma ou usam corticoides podem apresentar quadros mais graves.

Como é feita a transmissão da Doença do Beijo?

A mononucleose não é transmitida apenas pelo beijo, em alguns casos podem envolver o uso do mesmo copo ou talher, mas o beijo ainda é a forma principal de transmissão da doença. É mais comum pelo contato íntimo entre uma pessoa infectada e outra não. Esse problema infeccioso é adquirido apenas uma vez em toda a vida.

Quando acontece da primeira vez, anticorpos trabalham para que a doença seja barrada no organismo, produzindo barreiras para que não haja sintomas de novo.

 

Quais os grupos de risco?

• Pessoas entre 15 e 30 anos de idade;
• Estudantes;
• Médicos residentes;
• Enfermeiros;
• Cuidadores;
• Pessoas que tomam medicamentos que suprimem o sistema imunológico.

Sintomas  da Doença do Beijo:

• A febre é o sintoma principal dessa doença, chegando até 40º C;
• Fadiga extrema;
• Sensação geral de mal-estar;
• Dor de garganta;
• Inflamação da garganta que não melhora com o uso de antibióticos;
• Amígdalas inchadas;
• Inchaço dos gânglios linfáticos no pescoço e axilas;
Dor de cabeça;
• Erupção cutânea;
• Baço inchado.

 

A maioria dos sintomas que se apresentam nos adultos são depois de 4 ou 6 semanas que o vírus já está no organismo. Crianças estão expostas a essa doença também, mas os sintomas são assintomáticos, ou seja, demora a aparecer.

Dentre esses sintomas, a febre e a dor de garganta somem em mais ou menos, duas semanas. Pode haver fadiga, o aumento dos gânglios linfáticos e o baço inchado duram até 6 meses para se curar totalmente.

 

Diagnosticando a Doença do Beijo:

Caso sinta suspeitas dos sintomas e acha que pode estar com essa doença, é aconselhável que vá ao infectologista para mais exames e, dependendo do resultado, começar o tratamento. No caso das crianças, o pediatra será indispensável.

Para diagnosticar a mononucleose, o médico especialista precisa analisar o paciente, pois não existe exames laboratoriais para diagnosticar essa doença. Esse exame feito em pessoas infectadas com o vírus EBV pode apresentar:

• Quantidade maior do que o normal de linfócitos B;
• Aparecimento de linfócitos atípicos;
• Quantidade menor de neutrófilos e plaquetas;
• Alteração na função hepática.

Portanto, é necessário que o paciente tome bastante cuidado com essa doença. Não se prenda com medo de ficar com outras pessoas, mas é aconselhável que procure outras formas de divertimento para um carnaval mais duradouro.

Saiba mais sobre dor de cabeça na gravidez.

 

Compartilhar

Comente usando sua conta do Facebook

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *