Saiba o que é DST’s: Doenças Sexualmente Transmissíveis

É muito comum ouvirmos falar de Aids ou sífilis, mas o que muitos não sabem que há outras doenças que podem ser transmitidas pelo sexo, como a clamídia e gonorreia. Elas são graves e precisam de atenção, pois se não for tratada do jeito correto, sob a prescrição de um médico, é capaz de deixar tanto o homem quanto a mulher estéril, deste modo, não podendo ter mais filhos. Então saiba mais sobre o que são as doenças sexualmente transmissíveis.

 


SIMULE SEU PLANO DE SAÚDE GRATUITAMENTE

 

O uso da camisinha é muito importante nesse processo, mesmo antes de pegar a doença, pois com ela previne gravidez e todas as outras doenças que são contagiosas. Mantém a saúde do paciente e do parceiro (a). Mas para se pegar uma DST, não necessariamente é preciso fazer sexo, pode ser transmitida através da contaminação do sangue ou dividir instrumentos cirúrgicos, por exemplo, agulhas.

Um caso muito comum de pessoas que pegam DST’s sem o contato sexual são de pessoas que se drogam constantemente, há exemplos de mulheres que se prostituem para se drogarem e acabam dividindo com outros usuários e algum usuário do está infectado com AIDS e outras doenças.

Os sintomas variam de pessoa para pessoa, mas é muito comum no começo da doença os problemas não aparecerem de imediato, então tanto no homem quanto na mulher a doença pode demorar a aparecer e ser diagnosticada pela própria pessoa. É necessário que a pessoa vá ao médico para que o médico dê o diagnóstico completo para começar o tratamento. O médico irá auxiliar o paciente a tomar antibióticos e analgésicos, caso haja muita dor. É aconselhável que o paciente não tenha nenhum ato sexual durante o tratamento contra DST, pois pode infectar outra pessoa e acontecer o mesmo problema com o próximo.

Os tipos de doenças sexualmente transmissíveis existentes:

  1. Clamídia e gonorreia;
  2. Donovanose;
  3. Herpes (É possível usar medicamentos para controlar os surtos);
  4. Infecção pelo Vírus T-linfotrópico humano (HTLV);
  5. Linfogranuloma venéreo;
  6. Sífilis (tratado com peninsilina);
  7. Tricomoníase;
  8. Hepatites virais;
  9. Condiloma acuminado (HPV);
  10. Doença Inflamatória Pélvica (DIP);
  11. Aids (Não existe cura para a AIDS, mas uma adesão estrita aos regimes antirretrovirais (ARVs) pode retardar significativamente);
  12. Cranco mole.

 

Como já foi dito, o paciente pode ficar estéril se não tratar corretamente. Também causa a inflamação dos órgãos genitais (causando impotência), inflamação no útero, trompas e ovários da mulher (causa infecção se não tratar e pode causar a morte) etc., pois é preciso que o paciente tenha foco e haja corretamente dentro do tratamento indicado. O processo de cura dura semanas e pode ser doloroso. Em casos extremos é tratável apenas com cirurgias, por exemplo, pessoas que deixaram de ir no hospital semanas depois dos sintomas estarem fortes e visíveis, desta vez, as cirurgias sendo sem anestesia.

Há possibilidades de cura, mas é preciso ter foco e vontade no tratamento para que tenha total certeza de que a doença será eliminada. Depois de semanas que os sintomas diminuírem e depois de curado, é aconselhável que o paciente volte algumas vezes ao hospital para os exames do controle de cura. Mulheres precisam fazer mais exames para saber se o diagnóstico contra o câncer deu negativo e seus parceiros, mesmo não parecendo estar infectado com DST, é preciso que faça acompanhamentos e exames para ter certeza que não resquícios da doença.

Se a mãe estiver grávida e prestes a dar à luz a seu filho, ele pode contrair sífilis e HIV no seu nascimento. As crianças podem não nascer infectadas caso a mãe se cuide bastante no mês de gestação.

Logo, para ter uma vida saudável e feliz, é bom que tenha consciência de que sexo é bom para ambos quando se não tem nenhuma doença que pode deixar os outros infelizes por um longo tempo. É melhor uma vida inteira saudável, do que uma noite de prazer e contrair uma doença que pode levar a morte.

 

Compartilhar

Comente usando sua conta do Facebook

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *