Entenda mais sobre a vacina da febre amarela

Ano passado ocorreu um surto de febre amarela no estado de Minas Gerais. Era recomendado que pessoas que tinha como destino o estado de Minas Gerais fossem vacinadas para prevenir a doença. Recentemente, por conta dos mosquitos transmissores da doença, o Brasil está em estado de alerda. Em meados de 2017, parques e reservas foram fechados por conta da epidemia. A febre amarela não tem cura, mas há tratamento específico para neutralizar os sintomas.

 


As vacinas estão sendo distribuídas gratuitamente em postos de saúde – em alguns lugares demorando até 30 minutos para serem atendidos – e é necessário que compareça com o RG ou e carteirinha de vacinação. Segundo a Secretária de Saúde, é necessária apenas uma dose da vacina para ser imune a esse problema. Mas caso o paciente não tenha a carteirinha de vacinação ou não se lembra se alguma vez tomou a vacina da Febre Amarela, então, por precaução, será concebido a ele uma nova vacina, para não haver mais riscos.
No Distrito Federal não haverá racionamento da vacina, como foi colocado em São Paulo, Bahia e Rio de Janeiro. No DF, o número de doses aplicadas foram 207.581 da vacina de janeiro a novembro. Os dados de 2018 ainda não foram mandados, então não há informações recentes de quantas doses foram dadas desde o começo do ano.
Para que possa viajar para outros países, é necessário que se tome essa vacina, para a não contaminação e um surto em outro lugar do mundo. Há uma lista de todos os países que exigem a comprovação da vacina.

 

Confira lista de países que exigem certificado de vacina da febre amarela, segundo a OMS:

1. Afeganistão
2. África do Sul
3. Albânia
4. Antígua e Barbuda
5. Angola
6. Anguilla
7. Antilhas Holandesas
8. Arábia Saudita
9. Argélia
10. Austrália
11. Bahamas
12. Bangladesh
13. Bahrain
14. Barbados
15. Belize
16. Benin
17. Bolívia
18. Botsuana
19. Brunei
20. Burkina Fasso
21. Burundi
22. Butão
23. Cabo Verde
24. Camboja
25. Camarões
26. Cazaquistão
27. Cingapura
28. Chade
29. China
30. Colômbia
31. Congo
32. Coreia do Sul
33. Costa Rica
34. Costa do Marfim
35. Djibouti
36. Dominica
37. Egito
38. Equador
39. Eritreia
40. El Salvador
41. Etiópia
42. Fiji
43. Filipinas
44. Gabão
45. Gâmbia
46. Gana
47. Guiné Equatorial
48. Granada
49. Guadalupe
50. Guatemala
51. Guiana Francesa
52. Guiné
53. Guiné-Bissau
54. Haiti
55. Honduras
56. Iêmen
57. Ilhas Maurício
58. Ilhas Reunião
59. Ilhas Salomão
60. Ilhas Seychelles
61. Índia
62. Indonésia
63. Irã
64. Iraque
65. Jamaica
66. Jordânia
67. Kiribati
68. Laos
69. Lesoto
70. Líbano
71. Libéria
72. Líbia
73. Madagáscar
74. Malaui
75. Malásia
76. Maldivas
77. Mali
78. Malta
79. Martinica
80. Mauritânia
81. México
82. Mianmar
83. Moçambique
84. Montserrat
85. Namíbia
86. Nauru
87. Nepal
88. Nova Caledônia
89. Nicarágua
90. Níger
91. Nigéria
92. Omã
93. Panamá
94. Papua-Nova Guiné
95. Paquistão
96. Paraguai
97. Quênia
98. Quirguistão
99. Repúblia Centro-Africana
100. República Democrática do Congo
101. Ruanda
102. São Cristóvão e Nevis
103. São Vicente e Granadinas
104. Saint-Barth
105. Saint Helena
106. Saint Martin
107. Samoa
108. Santa Lúcia
109. São Tomé e Príncipe
110. Senegal
111. Serra Leoa
112. Somália
113. Sri Lanka
114. Sudão
115. Suazilândia
116. Suriname
117. Tailândia
118. Tanzânia
119. Timor Leste
120. Togo
121. Trinidad e Tobago
122. Tunísia
123. Uganda
124. Venezuela
125. Vietnã
126. Zâmbia
127. Zimbábue

Portanto, é necessário o máximo de cuidado para que não pegue essa doença e venha a óbito. Todo cuidado é pouco se tratando de uma doença tão séria. E apenas uma picada de agulha pode combater a picada do mosquito transmissor. Antes de viajar, certifique-se que já tem essa vacina para ser imune a qualquer sintoma.
Saiba também sobre a Febre amarela urbana e silvestre.

Saiba também sobre a Febre amarela urbana e silvestre.

Compartilhar

Comente usando sua conta do Facebook

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *